Plenário

Câmara aprova Orçamento de Porto Alegre para 2019

A proposta recebeu 137 emendas e três subemendas, das quais 75 emendas e duas subemendas foram aprovadas.

  • Movimentações de plenário.
    Bancadas entraram em acordo para votação, em blocos, de 133 emendas e três subemendas(Foto: Leonardo Contursi/CMPA)
  • Movimentações de plenário.
    Outras quatro emendas, sem acordo entre bancadas, foram votadas em separado(Foto: Ederson Nunes/CMPA)

O plenário da Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou, por 19 votos favoráveis e três contrários (da bancada do PSOL), a proposta do Executivo para a Lei Orçamentária Municipal (LOA) de 2019. O projeto recebeu 137 emendas e três subemendas, das quais 75 emendas e duas subemendas foram aprovadas. Conforme o texto, as duas principais fontes de receitas correntes, que totalizam R$ 7.592.635.998,00, são as chamadas Transferências Correntes (R$ 2.787.263.800,00) e impostos e taxas (R$ 2.532.517.867,00). Dos R$ 8.409.792.985,00 de despesas previstas, o maior gasto projetado é com pessoal e encargos sociais, totalizando R$ 3.701.761.192,00. Para investimentos estão dispostos R$ 902.225.454,00. O déficit previsto é de R$ 918.244.587,00. Veja ao final do texto o resultado da votação das emendas

Créditos

Além das designações de receitas e despesas, o projeto da LOA previa que o Executivo poderia abrir créditos suplementares de até 10% do total da despesa autorizada, para atender a reajustes e demais despesas de pessoal e encargos sociais; por conta da Reserva de Contingência; para atender despesas relativas a receitas provenientes de operações de crédito e outras receitas vinculadas, bem como a seus rendimentos financeiros que excedam a previsão orçamentária correspondente. Os vereadores, porém, reduziram por meio de emenda a abertura de créditos suplementares para 5%.  

Também poderão ser abertos créditos suplementares para atender despesas com características de pessoal e de caráter indenizatório, como diárias, Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), vale-refeição, auxílio-refeição, vale-transporte, auxílio-transporte, estagiários, assistência médica aos servidores e auxílio-funeral. Constam ainda na lista de créditos suplementares serviços da dívida, precatórios judiciais, requisições de pequeno valor, contrapartida de projetos e para realocar dotações que correspondam a um mesmo programa, a um mesmo grupo de despesa e a uma mesma modalidade de aplicação.

Anexos

Dois anexos integram o texto de 8 artigos. O primeiro apresenta ações incluídas, alteradas ou excluídas no Plano Plurianual (PPA) 2018/2021 e na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2019. O segundo lista os demonstrativos que fazem parte da LOA para o próximo ano, como o demonstrativo da compatibilidade entre os três dispositivos legais: Plano Plurianual, Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e o Orçamento. “Os projetos, as atividades e as operações especiais inclusos na proposta orçamentária correspondem a cada ação disposta no Plano Plurianual 2018-2021 e no Anexo I – Metas e Prioridades da Administração Municipal – da LDO 2019. A proposta apresenta, em cada órgão municipal, as descrições e os códigos das ações do Plano Plurianual, evidenciando assim sua relação entre elas”, afirma a exposição do Anexo II.

Na justificativa do projeto, o Executivo destaca que, pela primeira vez na história, no 1º semestre de 2018, o número de aposentados e pensionistas superou o de servidores ativos da prefeitura. “Em junho, foram contabilizados 15.343 servidores aposentados ou pensionistas e 14.878 servidores ativos. O déficit foi de R$ 377 milhões somente no 1º semestre do ano, crescimento de 61,8% desde 2015. O total de aposentados cresceu 65% desde 2010, alcançando 10.703 no final de junho de 2018, o que piora a situação da Previdência.” 

O Executivo destaca ainda que a LOA de 2019 faz um retrato austero das contas públicas, mostrando com transparência a verdade dos números do Tesouro Municipal. “Não há espaço para ampliar gastos de forma indiscriminada, ainda que sejam justos, e depois não ter condições de cumpri-los. As obras precisam ter início, meio e fim, com um cronograma que seja exequível. Todos devem compartilhar sacrifícios e buscar a construção de uma cidade melhor e mais justa para todos.”

Emendas

Por acordo entre as bancadas, 133 emendas, de um total de 137, e três subemendas apresentadas ao projeto pelos vereadores foram separadas em blocos: um bloco reuniu emendas e subemendas previamente aprovadas pela Comissão de Economia, Finanças, Orçamento e do Mercosul (Cefor); o segundo bloco, emendas não aprovadas na Cefor, mas que ganharam acordo no plenário; e o terceiro bloco reuniu as emendas que resultaram rejeitadas. Sem acordo, quatro emendas foram destacadas e votadas individualmente: nº 1, 40, 81 e 107.  

- Emenda nº 01: Aprovada

- Emenda nº 02:   Rejeitada

- Emenda nº 03:   Aprovada 

- Emenda nº 04:  Rejeitada

- Emenda nº 05:  Rejeitada

- Emenda nº 06:  Aprovada

- Submenda 01 à Emenda 06:  Aprovada

- Emenda nº 07:  Rejeitada

- Emenda nº 08:  Rejeitada

- Emenda nº 09:  Rejeitada

- Emenda nº 10:  Rejeitada

- Emenda nº 11:  Aprovada

- Emenda nº 12:  Rejeitada

- Emenda nº 13:  Rejeitada

- Emenda nº 14:  Rejeitada

- Subemenda 01 à Emenda 14:  Rejeitada

- Emenda nº 15:  Rejeitada

- Emenda nº 16: Aprovada

- Subemenda 01 à Emenda 16:  Aprovada

- Emenda nº 17:  Aprovada

- Emenda nº 18:  Aprovada

- Emenda nº 19:  Aprovada

- Emenda nº 20:  Rejeitada

- Emenda nº 21:  Rejeitada

- Emenda nº 22: Aprovada 

- Emenda nº 23:  Rejeitada

- Emenda nº 24: Aprovada 

- Emenda nº 25:  Rejeitada

- Emenda nº 26:  Rejeitada

- Emenda nº 27: Aprovada 

- Emenda nº 28:  Rejeitada

- Emenda nº 29: Aprovada 

- Emenda nº 30:  Rejeitada

- Emenda nº 31: Aprovada 

- Emenda nº 32: Aprovada 

- Emenda nº 33: Aprovada 

- Emenda nº 34: Aprovada 

- Emenda nº 35:  Rejeitada

- Emenda nº 36: Aprovada 

- Emenda nº 37:  Rejeitada

- Emenda nº 38: Aprovada 

- Emenda nº 39: Aprovada 

- Emenda nº 40: Aprovada

- Emenda nº 41: Aprovada 

- Emenda nº 42:  Rejeitada

- Emenda nº 43: Aprovada 

- Emenda nº 44:  Rejeitada

- Emenda nº 45:  Rejeitada

- Emenda nº 46: Aprovada 

- Emenda nº 47: Aprovada 

- Emenda nº 48:  Rejeitada

- Emenda nº 49:  Aprovada

- Emenda nº 50: Rejeitada

- Emenda nº 51:  Rejeitada

- Emenda nº 52:  Rejeitada

- Emenda nº 53: Aprovada 

- Emenda nº 54:  Rejeitada

- Emenda nº 55:  Rejeitada

- Emenda nº 56:  Rejeitada

- Emenda nº 57:  Rejeitada

- Emenda nº 58:  Rejeitada

- Emenda nº 59: Aprovada 

- Emenda nº 60: Aprovada 

- Emenda nº 61:  Rejeitada

- Emenda nº 62: Aprovada 

- Emenda nº 63: Aprovada 

- Emenda nº 64: Aprovada 

- Emenda nº 65:  Rejeitada

- Emenda nº 66:  Rejeitada

- Emenda nº 67:   Aprovada

 

- Emenda nº 68:  Rejeitada

- Emenda nº 69:  Rejeitada

- Emenda nº 70: Aprovada 

- Emenda nº 71:  Rejeitada

- Emenda nº 72:  Aprovada

- Emenda nº 73:  Rejeitada

- Emenda nº 74:  Rejeitada

- Emenda nº 75:  Rejeitada

- Emenda nº 76: Aprovada 

- Emenda nº 77: Aprovada 

- Emenda nº 78:  Rejeitada

- Emenda nº 79:  Rejeitada

- Emenda nº 80:  Aprovada

- Emenda nº 81: Aprovada

- Emenda nº 82: Aprovada 

- Emenda nº 83: Aprovada 

- Emenda nº 84: Aprovada 

- Emenda nº 85:  Rejeitada

- Emenda nº 86: Aprovada 

- Emenda nº 87: Aprovada 

- Emenda nº 88: Aprovada 

- Emenda nº 89:  Aprovada

- Emenda nº 90:  Aprovada

- Emenda nº 91:  Rejeitada

- Emenda nº 92:  Aprovada

- Emenda nº 93:  Aprovada

- Emenda nº 94: Aprovada 

- Emenda nº 95:  Rejeitada

- Emenda nº 96:  Rejeitada

- Emenda nº 97: Aprovada 

- Emenda nº 98:  Rejeitada

- Emenda nº 99:  Aprovada

- Emenda nº 100:  Aprovada

- Emenda nº 101:  Aprovada

- Emenda nº 102:  Aprovada

- Emenda nº 103:  Rejeitada

- Emenda nº 104:  Aprovada

- Emenda nº105:  Rejeitada

- Emenda nº 106: Aprovada 

- Emenda nº 107: Aprovada

- Emenda nº 108: Aprovada 

- Emenda nº 109:  Aprovada

- Emenda nº 110: Aprovada 

- Emenda nº 111:  Aprovada

- Emenda nº 112:  Rejeitada

- Emenda nº 113:  Rejeitada

- Emenda nº 114:  Rejeitada

- Emenda nº 115:  Aprovada

- Emenda nº 116:  Aprovada

- Emenda nº 117:  Aprovada

- Emenda nº 118:  Rejeitada

- Emenda nº 119:  Rejeitada

- Emenda nº 120: Aprovada 

- Emenda nº 121:  Rejeitada

- Emenda nº 122:  Aprovada

- Emenda nº 123:  Rejeitada

- Emenda nº 124:  Rejeitada

- Emenda nº 125: Aprovada 

- Emenda nº 126:  Rejeitada

- Emenda nº 127:  Rejeitada

- Emenda nº 128:  Rejeitada

- Emenda nº 129: Aprovada 

- Emenda nº 130: Aprovada 

- Emenda nº 131: Aprovada 

- Emenda nº 132:  Rejeitada

- Emenda nº 133: Aprovada 

- Emenda nº 134:  Aprovada

- Emenda nº 135:  Aprovada

- Emenda nº 136:  Aprovada

- Emenda nº 137:  Aprovada 

No final da sessão, a presidente dos trabalhos, vereadora Mônica Leal (PP), anunciou que haverá sessão extraordinária a partir da 9 horas de segunda-feira (10/12) para dar seguimento à votação de projetos dos vereadores e do Executivo.

Texto: Cibele Carneiro (reg. prof. 11.977)
          Milton Gerson (reg. prof. 6539)
          Regina Andrade (reg. prof. 8423)
Edição: Carlos Scomazzon (reg. prof. 7400)



Tópicos: Orçamento municipal