TRIBUNA DA CÂMARA

Casos de leishmaniose chegam à zona sul de Porto Alegre.

A leishmaniose visceral infecta pessoas e animais.

Movimentações de plenário. Na foto, a vereadora Lourdes Sprenger
Movimentações de plenário. Na foto, a vereadora Lourdes Sprenger(Foto: Giulia Secco/CMPA)

Hoje, na tribuna, fiz um alerta às autoridades e à população sobre os riscos da leishmaniose, em pessoas e animais, transmitida pela picada do mosquito-palha. E alertei para prevenção através de uso de repelentes, telas para impedir a entrada de mosquitos, limpeza de ambientes e para os animais: vacinação, coleiras-repelentes e local adequadamente limpo. 

Como o verão é uma época propícia para a proliferação do mosquito-palha, que é o vetor da doença, é muito importante este ALERTA: manter pátios limpos e a atenção aos animais que podem estar infectados.

 

 

 

 

 

Sintomas da Leishmaniose em seres humanos:

 ·         Febre irregular, prolongada;

 ·         Anemia;

 ·         Indisposição;

 ·         Palidez da pele e ou das mucosas;

 ·         Falta de apetite;

 ·         Perda de peso; 

 ·         Inchaço do abdômen devido ao aumento do fígado e do baço;

 ·         Escamação da pele em volta da boca e na cabeça;

 ·         Pequenos abcessos no couro cabeludo;

 

Sintomas da Leishmaniose em animais:

·         Enfraquecimento do pelo;

·         Ferida no focinho;

·         Apatia;

·         Perda de peso;

·         Aumento do volume do abdômen.

 

Às vezes, os animais (como cão, gato, cavalos e roedores), não apresentam o sintoma e só um exame específico poderá confirmar se estão infectados ou não. Para evitar a propagação da Leishmaniose, é preciso exterminar a proliferação do mosquito-palha.

 

 Como evitar a propagação do mosquito:

- Manter o ambiente limpo, livre de entulhos e

  acúmulo de lixo. 

- Higiene e limpeza da casa, do pátio, e do  

  ambiente em volta, são fundamentais para

  diminuir a incidência do mosquito-palha.

- Também é recomendado usar telas de proteção em portas e janelas.

 

A solução, por enquanto, é a vacinação, o acompanhamento e a manutenção do meio ambiente sempre limpo, livre de lixo e de entulhos.