Comissões

Cece integra primeira reunião da Frente Cete Vive na AL

Parlamentares deverão encaminhar pedidos de melhorias na estrutura bem como o tombamento do Centro

Vereadores visitam  CETE (Centro de Treinamento Esportivo) e escutam representantes e usuários do centro a respeito da possível transferência da sede do Corpo de Bombeiros para o espaço.
Centro de Treinamento está localizado no Menino Deus(Foto: Luiza Dorneles/CMPA)

A Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (Cece) da Câmara Municipal de Porto Alegre participou, na tarde desta terça-feira (12/6), da primeira reunião da Frente Parlamentar Cete Vive, da Assembleia Legislativa do RS. A Frente tem por objetivo a preservação e a promoção de melhoria das instalações do Centro Estadual de Treinamento Esportivo (Cete), localizado no bairro Menino Deus. O Centro estava ameaçado de ter sua área compartilhada para uso de centro de treinamento dos bombeiros, porém agora o governo irá procurar outra área para essa finalidade e manterá o CETE exclusivamente para atividades esportivas.

Diante disto, o deputado Frederico Antunes (PP), proponente da Frente Parlamentar Cete Vive, destacou que foi uma vitória da comunidade organizada e da mobilização conjunta da Câmara de Vereadores e Assembleia Legislativa”, registrou o deputado. “Agora os moradores e a comunidade é que irão nortear as ações da Frente Parlamentar, pois a manutenção e melhoria do Cete é uma luta permanente”. 

O deputado disse ainda que o intuito da reunião foi de definir prioridades como questões relativas à manutenção e estruturação do local, como a reforma da pista, e ainda a pedido dos representantes das associações dos bairros da redondeza, o tombamento do Cete para que se garanta a utilização permanente do esporte. “Está em aberto um pedido de tombamento do espaço e a construção de uma sede para a Associação das Federações Esportivas do RS, e foi sugerido também o ‘Abraço ao Cete’, com a presença do governador José Ivo Satori no próximo dia 27 de junho”.

Vereadores

O vereador Tarciso flecha Negra (PSD), presidente da Cece disse que a força da mobilização é que trouxe a todos para a discussão sobre a função social do complexo. O Cete sedia federações esportivas, acolhe crianças e adolescentes que participam de projetos sociais, e recebe diariamente cerca de três mil pessoas para a prática de diversas modalidades de esportes, conforme destacou o vereador. “Na época da extinção da Secretaria Municipal de Esporte da Capital, fiquei inconformado e não poderia ser diferente com a possibilidade de extinção do Cete também, pois os governos precisam reconhecer que através do esporte é que podemos abrir portas a crianças e adolescentes para uma vida digna com educação, saúde e principalmente formar o caráter de um cidadão”.

O vereador Cassiá Carpes (PP) sugeriu que se procure a Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (Sedactel), já que nenhum representante compareceu na reunião, para se saber, por exemplo, “quanto se gasta com o Cete, quais as entidades de bairro que participam no local e porque os recursos federais destinados para o esporte vão para o caixa único do estado, sem a canalização efetiva”. 

Já o vereador Alvoni Medina (PRB) definiu que a mobilização da Assembléia, da Câmara de Vereadores e da comunidade serão fundamentais para dar continuidade a oportunidades tão importantes para o futuro dos jovens: “O esporte educa e tira os jovens da marginalidade, trazendo qualidade de vida”. 

Encaminhamentos

Como encaminhamento o presidente da Frente definiu junto com os vereadores e representantes das associações que será criado um grupo de trabalho para se discutir a efetivação do tombamento do Cete. Nos próximos dias será marcada uma reunião na Sedactel para discutir melhorias e recursos para o complexo esportivo. 

Também participaram das discussões o deputado Estadual Sérgio Peres (PRB), o vereador Reginaldo Pujol (DEM), e representantes da Casa Civil e de associações de moradores,  além de atletas do Cete.

Texto: Priscila Bittencourte (reg. prof. 14806)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)