Cultura

Chapeuzinho Vermelho é atração no Teatro Glênio Peres

A montagem, que recebeu diversos prêmios, terá apresentação às 15 horas deste sábado, com entrada gratuita

  • Espetáculo Teatral Infantil "Chapeuzinho Vermelho" na IV Mostra de Artes Cênicas e Música do Teatro Glênio Peres.
    Chapeuzinho e o narrador, que conduz a história, com texto de Joel Pommerat(Foto: Andielli Silveira/CMPA)
  • Espetáculo Teatral Infantil "Chapeuzinho Vermelho" na IV Mostra de Artes Cênicas e Música do Teatro Glênio Peres.
    O narrador e o Lobo, na peça que mescla teatro, dança, música e contação de história(Foto: Andielli Silveira/CMPA)

A IV Mostra de Artes Cênicas e Música do Teatro Glênio Peres, da Câmara Municipal de Porto Alegre, apresenta, neste sábado (1º/9), às 15 horas, a peça Chapeuzinho Vermelho, com texto do francês Joël Pommerat e direção de Camila Bauer. Os ingressos são gratuitos. A montagem inaugura uma parceria entre o Projeto Gompa e a Rococó Produções Artísticas e Culturais. Classificação: aconselhável para crianças a partir de 7 anos. A primeira sessão do espetáculo no Teatro Glênio Peres ocorreu na tarde desta sexta-feira (31/8).

Estreada no Brasil em 2017, na Capital, a montagem venceu o Prêmio Tibicuera de Teatro 2017 nas categorias Melhor Espetáculo, Direção, Ator, Trilha Sonora e Figurino, tendo sido indicado em todas as categorias, além de receber o Prêmio RBS TV de Melhor Espetáculo Infantil e o Prêmio Açorianos de Teatro nas categorias melhor Ator Coadjuvante e Figurino, tendo sido indicado em 10 categorias. Já foi apresentada no Filo-Festival Internacional de Londrina (PR); em Florianópolis, Itajaí e no Brusque em Cena, em Santa Catarina; nos Sesc de Gravataí, Canoas, Passo Fundo, Rondonópolis (MT) e Cuiabá e nos Teatros Renascença e São Pedro, de Porto Alegre.

Releitura

Chapeuzinho Vermelho traz ao público uma releitura do conto clássico, criada a partir de um texto de um dos mais relevantes dramaturgos franceses da atualidade: Joël Pommerat. Propõe mostrar a percepção da criança frente ao seu cotidiano na contemporaneidade: uma mãe sem tempo, um pai ausente, uma avó doente e solitária, os perigos de sair na rua, o tédio dentro de casa e a vontade de brincar.

A peça trata de temas como a solidão, o medo e o fascínio da passagem do mundo infantil ao adulto, atualizando a história para crianças e adultos, brincando com a fábula conhecida por todos, enquanto permite distintas interpretações a partir das diferentes percepções de mundo. Em um jogo de linguagens, a peça mescla teatro, dança, música e contação de história. Enquanto um personagem conta a história, composições visuais e sonoras vão sendo produzidas diante do espectador por meio de imagens, efeitos cenográficos e musicais, uso de microfones, criações corpóreas e vocais que transitam entre o cotidiano e o fantástico.

Elenco

Laura Hickmann - Chapeuzinho
Henrique Gonçalves - Lobo
Guilherme Ferrera - Narrador
Fabiane Severo - Mãe e Vó da Chapeuzinho

Retirada de ingressos

Neste sábado, os ingressos devem ser retirados no saguão do Teatro Glênio Peres, que fica no 2º piso da Câmara Municipal de Porto Alegre, cerca de meia hora antes do início do espetáculo. A entrada na Câmara é pelo pórtico da rua lateral. Assim como os ingressos, o estacionamento é gratuito. Informações: (51) 3220-4318.

Próximas atrações da IV Mostra

Setembro

Dia 1º - 15 horas – Chapeuzinho Vermelho (teatro infantil) - 7 anos
Dias 14 e 15 – 15 horas - O Hipnotizador de Jacarés (circo) – Livre
Dias 28 e 29 – 19 horas – Às Vezes, Eu Kahlo (dança) – 12 anos 

Outubro

Dias 5 e 6 – 19 horas - Pequeno Trabalho para Velhos Palhaços (teatro adulto) – 12 anos
Dias 19 e 20 – 19 horas – Espaço Arcabouço (circo) – Livre
Dias 26 e 27 – 19 horas – Alexandre Vieira e Banda (música) – Livre

Novembro

Dias 9 e 10 – 19 horas – Qual a Diferença entre o Charme e o Funk (teatro adulto) – 14 anos
Dias 23 e 24 – 19 horas - Velha Guarda da Praiana (música) – Livre
Dia 30 – 19 horas – Poéticas sobre Morte/Tempo/Vida (dança) – 12 anos

Dezembro

Dia 1º – 19 horas – Poéticas sobre Morte/Tempo/Vida (dança) – 12 anos
Dias 14 e 15 – 19 horas – Luminoso: Elias Barboza Quinteto (música) – Livre

Texto: Matheus Lourenço (estagiário de Jornalismo)
Edição: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)