Sessão solene

João Dib recebe Troféu Câmara de Porto Alegre

  • Sessão Solene de outorga do Troféu Câmara Municipal de Porto Alegre a João Antônio Dib. Na foto, o homenageado
    Engenheiro civil formado pela UFRGS, João Antônio Dib também tem destacada trajetória na política gaúcha(Foto: Ederson Nunes/CMPA)
  • Sessão Solene de outorga do Troféu Câmara Municipal de Porto Alegre a João Antônio Dib.
    Em homenagem proposta por Mônica Leal (c), João Dib foi saudado por lideranças políticas de diversos partidos(Foto: Ederson Nunes/CMPA)

Atendendo proposição da vereadora Mônica Leal (PP), o Legislativo da Capital realizou sessão solene na tarde desta terça-feira (3/12) para a entrega do Troféu Câmara Municipal de Porto Alegre ao ex-vereador João Antônio Dib. A homenagem foi realizada no Plenário Otávio Rocha da Casa e presidida pelo vereador João Carlos Nedel (PP).

Em sua manifestação, Mônica Leal, que preside a Câmara, lembrou que o Regimento do Legislativo porto-alegrense permite a cada parlamentar a indicação de um só nome durante seu mandato para receber o Troféu Câmara Municipal, destinado a pessoas que tiveram destaque público e contribuição para a cidade. “Frente a esta escolha única, que deve incluir um nome significativo e importante não só para o parlamentar, mas para o Legislativo e para o município, com serenidade e com a sensação de muita certeza, escolhi o nome de João Antônio Dib”, ressaltou a vereadora.

Para ela Dib é uma referência política dos porto-alegrenses. “Um ícone que é lembrado como prefeito, secretário municipal e vereador da Capital por dez mandatos, algo que atesta o comprometimento com a vida pública, com a lei, com a ética e o compromisso com a população que sempre o elegeu com expressivo número de votos.”

Mônica lembrou ainda das visitas semanais do ex-parlamentar à Câmara. “Ora nas quartas-feiras, que era o dia do tradicional almoço com a bancada do PP, ora nas sextas-feiras, mantém os vínculos com a Câmara, onde ele relembra uma rotina que já teve e revê amigos e antigos funcionários, além de todo o cavalheirismo, cordialidade e amizade de sempre, da boa conversa e dos conselhos.”

A vereadora enfatizou ainda que Dib é frequentemente consultado e solicitado para emitir sua opinião sobre os temas cruciais do município, as votações polêmicas do Legislativo e o desempenho dos governos municipais. “Além de ser requisitado pelos meios de comunicação para comentar e debater os assuntos da cidade.” Para encerrar, Mônica disse que Dib foi seu mestre quando entrou de fato para o mundo da política como vereadora, em 2005, e sempre o teve como apoiador das suas campanhas. “Pedro Américo Leal me encaminhou e João Antônio Dib acompanhou de perto meus primeiros passos.”

O vice-prefeito, Gustavo Paim, falou que Dib é exemplo de parlamentar que dialoga e inspira. “Hoje eu digo, com toda tranquilidade, que experiência vale muito. A cidade de Porto Alegre e esta Casa ganham muito com essa homenagem.”

João Carlos Nedel lembrou que Dib labutou na Casa por dez mandatos. “Ele é o próprio símbolo do troféu que recebe hoje”, disse Nedel, enfatizando a importância do homem público que é o ex-vereador. “E aqui deixou grandes exemplos de trabalho e amizade.“

João Dib agradeceu a homenagem dizendo que sempre teve a convicção de que tinha que servir seu povo. “E isso eu fiz com todas as minhas forças, ajudando a cidade que aprendi a amar.” Ele falou ainda que sempre foi um homem simples que se dedicou a Porto Alegre. “Nunca compliquei as coisas e, em todos lugares pelos quais passei, fui bem recebido e saí de bem porque sempre respeitei meus adversários e colegas.” Para finalizar, disse que a Câmara deve ter o respeito de todos porto-alegrenses, “inclusive do Executivo”.

Também prestigiaram a homenagem a esposa do ex-vereador Mariur Tedesco, o ex-governador do Estado Jair Soares, o ex-prefeito de Porto Alegre Guilherme Socias Villela, o presidente estadual do PP, Celso Bernardi, além de amigos e familiares e diversas autoridades.

Trajetória

Natural de Vacaria, no Rio Grande do Sul, Dib nasceu no dia 24 de julho de 1929. Em 1956, graduou-se em Engenharia Civil pela Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Como servidor público municipal, foi topógrafo no Serviço de Habitação Popular, em 1952; fiscal da Administração da Limpeza Pública, em 1954; auxiliar de estatística da Divisão de Transportes Coletivos, em 1955; assistente técnico do Setor de Obras por três datas; assessor engenheiro do gabinete do prefeito, de 1965 a 1971; diretor do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), em 1968 e de 1975 a 1976; entre outros cargos.

No Poder Executivo Municipal, Dib exerceu a administração da Capital como prefeito eleito pela Assembleia Legislativa do Estado, no período de 7 de abril de 1983 a 1º de janeiro de 1986. Já no Poder Legislativo de Porto Alegre, além ter ocupado a vereança em suplência, na VIº legislatura, de 1969-1972, também elegeu-se como vereador da VIIª à XVª legislaturas, nos respectivos períodos: 1973-1976; 1977-1982; 1983-1988; 1989-1992; 1993-1996; 1997-2000; 2001-2004; 2005-2008 e 2009-2012. 

Na Câmara, Dib ocupou diversos cargos. Foi presidente de 2 de janeiro de 2003 a 5 de janeiro de 2004; integrante da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), de 1971 a 1972 (enquanto suplente); vice-presidente da Comissão de Economia, Finanças, Orçamento e do Mercosul (Cefor), em 2002 e de 2009-2010; presidente da Cefor, em 2005 e em 2012; e vice-presidente da Comissão de Educação Cultura, Esporte e Juventude (Cece), em 2008.

Texto

Regina Andrade (reg. prof. 8.423)

Edição

Carlos Scomazzon (reg. prof. 7400)

Tópicos:Troféu CâmaraJoão Antônio Dib