- Atualizada em 12/09/2017 14:03

Moisés Barboza Maluco do Bem destaca ações da saúde no município

Líder do Governo na Câmara de Vereadores apresentou relatório da Secretaria Municipal da Saúde na tribuna da câmara

(Foto: Tonico Alvares/CMPA)

O vereador Moisés Barboza Maluco do Bem (PSDB), líder do governo na Câmara de Vereadores apresentou relatório de atividades da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), destacando várias ações de melhorias no atendimento à população de Porto Alegre. 

Segue abaixo o relatório resumido feito pelo titular da SMS, Erno Harzheim. 

Janeiro

- Prefeitura acerta pagamento para repor estoques de medicamentos - As Farmácias Distritais de Porto Alegre estão enfrentaram a falta de alguns medicamentos. O desabastecimento foi consequência do atraso na liberação de recursos para a compra de remédios, ocorrido no mês de dezembro. A gestão anterior havia deixado de autorizar o repasse de R$ 1,079 milhão para aquisição de medicamentos.

 - Transparência deve agilizar fila de espera com 90 mil consultas - Com o objetivo de trazer transparência e prestar esclarecimentos aos porto-alegrenses, a Secretaria Municipal de Saúde publicou em seu site, todos os meses, os dados sobre a fila de espera por consultas com médicos especialistas na Capital. Eram cerca de 90 mil consultas para agendamento nos diversos pontos da rede assistencial do município, com casos de pacientes que estavam esperando há quatro anos. RESULTADO: População com acesso aos dados

 Fevereiro

- Desoneração dos cofres da prefeitura na ordem de R$ 9 milhões através de uma gestão financeira consciente, passando a utilizar recursos vindo do Governo do Estado e Ministério da Saúde em áreas que poderiam ser aplicados. RESULTADO: Novas contratações de profissionais para atendimento a população

 - Posse do Dr Amarílio como direto-geral do HPS - RESULTADO: Inovações sendo implantadas

 - Lançamento do DEMARTONET - Os médicos das Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Porto Alegre passaram a contar, com o DermatoNet, serviço de telediagnóstico para consultas dermatológicas. O serviço foi lançado no auditório do Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, na Capital. RESULTADO: Levantamento aponta redução de 70% nos encaminhamentos nos primeiros 6 meses

 - Prefeitura garante um médico em cada Equipe de Saúde da Família - Contratação de 50 profissionais para atuar no Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família (IMESF). Com os 26 novos médicos anunciados, todas as equipes de Serviços de Saúde de Porto Alegre terão médicos e enfermeiros. Essa situação não ocorria desde fevereiro de 2015. RESULTADO: Dificuldade na contratação dos médicos esgotando a lista de aprovados o concurso e ser realizado dois processos eletivos para efetivar a medida.

 - Novas câmaras de vacina qualificam unidades e rede de saúde - Setenta e uma novas câmaras frias para armazenamento e conservação de imunobiológicos - vacinas, soros, imunoglobulinas - foram entregues a salas de vacina da rede municipal de atenção primária à saúde. Com a qualificação, 40 salas que estavam fechadas foram reabertas. RESULTADO: Todas as Unidades de Saúde com acondicionamento adequado de vacinas

 Março

Prefeitura divulga lista de espera por exames médicos - Dando continuidade e ampliando os mecanismos de transparência implantados na atual gestão, a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre publicou a lista de espera para os 36 tipos de exames autorizados por meio de Sistema de Regulação (Sisreg). O documento mostrava o volume de pacientes que aguardavam pelos procedimentos em 30 de dezembro de 2016 e também a situação dessa fila no final do mês de janeiro. Assim como vinha sendo realizado com a fila de espera por consultas com Especialidades Médicas, a lista completa é disponibilizada no site da Secretaria Municipal da Saúde.RESULTADO: Redução significativa na fila de espera por densitometria após divulgarmos a Calculador de Risco de Fratura orientando os profissionais

 - Início da implantação do sistema de controle e entrega de medicamentos - Para garantir mais agilidade e um acompanhamento mais efetivo, desde a chegada de medicamentos no almoxarifado até a entrega à população, a prefeitura integrou os sistemas de entrega e controle de estoque de medicamentos. - RESULTADO: Sistema implantado em todas as Farmácias Distritais

 - Anúncio do início da implantação do Serviço de Verificação de Óbitos no município O Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) será implantado em Porto Alegre. Secretário Erno e secretário Gabbardo anunciaram a decisão ao presidente do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), Paulo Argolo. 

- Prefeitura anuncia 1º posto de saúde a funcionar até as 22 horas - Desde 24 de março, a Unidade Básica de Saúde São Carlos, que fica na zona leste de Porto Alegre (avenida Bento Gonçalves, 6670, bairro Agronomia), passou a funcionar em horário estendido. Este foi o primeiro posto de saúde a ampliar o atendimento até as 22 horas. Entre as 18h e as 22h, os pacientes vão ao local são atendidos por ordem de chegada, ou seja, sem necessidade de agendamento.

 - Em 31 de março aberto processo seletivo simplificado para médico do Imesf

 Abril

- Posse da Dra Adriani como nova diretora do HMPV

 - Modelo inicia atendimento até as 22h nesta terça-feira

A Unidade de Saúde do Centro de Saúde Modelo (Jerônimo de Ornelas, 55) iniciou atendimento em horário estendido no dia 25.

 - Ampliação do tratamento contra a Sífilis - A penicilina, principal medicamento utilizado para tratar a sífilis, está disponível nas unidades de saúde de Porto Alegre às pessoas diagnosticadas com a doença e que não sejam alérgicas ao remédio. A medida foi possível com a aquisição de 10 mil ampolas para ampliar os estoques, como mais uma estratégia da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) para tentar controlar a epidemia na Capital, que registrou 176 casos de sífilis adquirida por 100 mil habitantes em 2015. No mesmo período, o Rio Grande do Sul apresentou 111,5 casos e o Brasil, 42,7, de acordo com dados do Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde.

Maio

- Unidade móvel realiza consultas odontológicas gratuitas - Começou a funcionar a unidade móvel para atendimento odontológico gratuito a moradores da região da Restinga e Lomba do Pinheiro. A iniciativa foi da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com o Sistema Fecomércio-RS.

 

- Apresentação do Relatório de Gestão do Primeiro Quadrimestre na Câmara de Vereadores - Secretário apresentou os dados da gestão da sua pasta, referentes ao primeiro quadrimestre de 2017, para a Comissão de Saúde e do Meio Ambiente (Cosmam) da Câmara Municipal de Porto Alegre.

 - Transparência nos dados financeiros, aplicação de emendas parlamentares e convênios, além das filas de espera por consultas e exames já divulgados desde o mês de fevereiro

 Junho

- Operação Inverno: prefeitura contrata 70 profissionais - A Prefeitura de Porto Alegre encaminhou ao Legislativo projeto de lei solicitando autorização para a contratação emergencial de 70 profissionais de saúde - 15 enfermeiros, 40 técnicos de enfermagem e 15 auxiliares de farmácia. Foi a primeira vez que o Executivo municipal pede autorização à Câmara para a contratação emergencial de profissionais.

 - Registro on-line de vacinas amplia acesso à informação - Todas as unidades de saúde da Capital terão acesso on-line ao registro de vacinas individualizado dos pacientes. A implantação da plataforma web, que possibilita o acompanhamento, está 50% concluída pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). A medida coloca a Capital como primeira cidade do Estado a utilizar a ferramenta do Ministério da Saúde.

 - Lançamento do voluntariado da saúde (EuFaçoPoa) - Acreditando na diferença que o trabalho voluntário pode fazer na vida das pessoas, a Prefeitura de Porto Alegre disponibiliza através do aplicativo #EuFaçoPOA, um cadastro especial para profissionais da área da saúde que desejam atuar como voluntários nas unidades de saúde do município.  Mais de 100 inscritos.

 - Inauguração de 33 novos leitos no Hospital Vila Nova - Para reforçar o atendimento nos meses de inverno e desafogar os pronto-atendimentos, a Prefeitura de Porto Alegre e Hospital Vila Nova entregou 33 leitos de retaguarda (média complexidade). Com atendimento 100% SUS, o hospital construiu uma nova ala para abrigar os leitos, nos quais a permanência do paciente não pode ser superior a dez dias.

 - Município e Estado buscam a reabertura do Hospital Parque Belém 

Julho

- HPS inicia readequação e modernização de estruturas - O Hospital de Pronto Socorro (HPS) iniciou o processo de readequação, limpeza e melhorias de uma de suas duas enfermarias de traumatologia. Com a medida, a direção do local visa a qualificar o atendimento dos pacientes que buscam a instituição. Será realizada a limpeza e implantação de rede de oxigênio e vácuo, essencial para tratamento dos pacientes. Para o início dos serviços estão sendo deslocados alguns leitos gradualmente, o que irá possibilitar os trabalhos.  

- HMIPV amplia leitos de emergência e internação pediátricas - O Hospital Materno Infantil Presidente Vargas (HMIPV) está ampliando os leitos hospitalares para pediatria. A emergência pediátrica passou de cinco para dez leitos, dobrando a capacidade de atendimento. Já o setor de internação pediátrica ampliou de 16 para 21 o número de leitos. 

- Adesão ao registro de preços do Ministério da Saúde para aquisição de produtos com valor menor pois a compra é feita em maior escala - A compra de 65 mil unidades de testes de gravidez para distribuição na rede pública de saúde de Porto Alegre trouxe uma inovação. Pela primeira vez a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) adquiriu um produto através do registro de preços do Ministério da Saúde. Com a medida, o custo unitário foi reduzido em 55%, passando de R$ 1,09 para R$ 0,49. O valor total da compra, para 50 unidades, que inicialmente era de R$ 54.400,00, foi de R$ 31.850,00. Desde 2013, estados e municípios podem encontrar e adquirir, com facilidade, diversos equipamentos para as unidades de saúde, por meio do Portal de Compras do Ministério da Saúde. Usando o sistema, o gestor pode fazer sua adesão à Ata Nacional de Registro de Preços, ou seja, comprar equipamentos sem a necessidade de abrir seu próprio processo licitatório.

 - Hospital da Restinga será o primeiro a ter TeleOftalmo no Estado - O Hospital da Restinga Extremo-Sul é o primeiro a ter em funcionamento o projeto TeleOftamo – Olhar Gaúcho, iniciativa pioneira de consultas remotas que buscará agilizar o acesso ao diagnóstico de oftalmologia e reduzir a fila de espera. A unidade no Extremo Sul da Capital tem duas das oito salas que irão funcionar no Rio Grande do Sul. Além dos consultórios em Porto Alegre, estarão em funcionamento seis salas no interior do Estado, nas cidades de Farroupilha, Passo Fundo, Pelotas, Santa Cruz do Sul, Santa Maria e Santa Rosa.

 - Visitas a Unidades de Saúde uma vez por semana (parceria com vereadores) - Recebeu dos vereadores integrantes da Comissão de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam) da Câmara Municipal de Porto Alegre o relatório de visitas da comissão no primeiro semestre. O documento apresenta a situação verificada em algumas Unidades de Saúde, Pronto Atendimentos e Hospitais da Capital. O material será reunido ao levantamento que vem sendo desenvolvido pelo secretário em vistorias presenciais uma vez por semana em uma Unidade de Saúde diferente. Desde o início do ano, o gestor vistoriou 28 Unidades de Saúde, em todas as regiões do município, ouvindo depoimentos e observando possíveis deficiências que podem ser sanadas beneficiando os moradores da comunidade.

 - Implantação do Raio X Digital no Pronto Atendimento da Bom Jesus - O Pronto Atendimento Bom Jesus passa a contar com uma nova funcionalidade no equipamento de Raio X. A operação será digital. Com a instalação a população traz uma melhoria considerável para todos da área, médicos e clientes que utilizam deste serviço. No novo equipamento os exames são realizados com mais agilidade além de melhorias na qualidade da imagem.

 Agosto

- Autorização para contratação de 225 profissionais da saúde para atendimento em saúde - Até o momento foram contratados, pelo Imesf, 73 profissionais e outras 13 vagas para médicos estão sendo preenchidas através de processo seletivo simplificado. Municipários foram contratados efetivamente 50 profissionais de saúde. Outras 63 vagas estão disponíveis imediatamente a medida que forem sendo executadas as Licenças Aguardando Aposentadoria (LAA). A Secretaria Municipal de Saúde encaminhou portaria que irá possibilitar a contratação de centenas de profissionais para a área da saúde no município.  

- Saúde lança página de monitoramento das emergências da Capital - A situação das emergências de Hospitais e Pronto Atendimentos, com assistência pelo Sistema Único de Saúde de Porto Alegre, estão ao alcance de toda a população. Os dados ficam disponíveis no site da Secretaria Municipal de Saúde. A funcionalidade apresenta os dados das emergências adulto e pediátrica, além das informações referentes aos Centros Obstétricos do município. As informações são atualizadas diretamente pelas instituições de saúde.

 - Prontuário Eletrônico implantado no Pronto Atendimento Bom Jesus - A implantação da chamada eletrônica por senha teve início dia 8, no Pronto Atendimento Bom Jesus. A iniciativa integra o processo de informatização dos serviços de saúde a partir do Sistema de Informação Hospitalar (Siho), que estabelece o prontuário eletrônico para atendimento dos pacientes.

 - Edital prevê compra de 11 novas ambulâncias para o Samu - Qualificar e ampliar atendimentos de urgência e emergência em Porto Alegre. Com esse objetivo, a Secretaria Municipal de Saúde da Capital em conjunto com as Secretarias Municipais da Fazenda e de Planejamento e Gestão, com apoio da CELIC e do Conselho Municipal de Saúde, iniciaram o processo para compra de 11 novos veículos para a frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192). A ação representa a maior compra de ambulâncias da história do serviço em Porto Alegre, com a renovação de quase 73% das 15 unidades que circulam hoje nas ruas. Serão investidos cerca de R$ 2,3 milhões.

 - Hospital Presidente Vargas ganha nova sala de ecografia - O Hospital Materno Infantil Presidente Vargas (HMIPV) passou a contar com uma nova sala de ecografias. Com o equipamento, instalado no setor de obstetrícia, a previsão é que sejam ofertados 900 exames por mês, contando com o trabalho de três médicos, dois técnicos administrativos e um técnico de enfermagem. A sala foi reformada e recebeu pintura, troca da rede elétrica, pontos de rede e piso vinílico, este último doado e instalado pelo Hospital Moinhos de Vento.

 - Unidades de Saúde com horário estendido atingem 10 mil consultas - Em menos de seis meses de funcionamento, as Unidades de Saúde Modelo e São Carlos realizaram mais de 10 mil consultas no horário entre 18h e 22h. Os números refletem os resultados dos locais que foram os primeiros a iniciar o atendimento, a toda a população, no horário estendido. Os dados são referentes a consultas médicas e odontológicas (respectivamente 9.195 e 1.490) realizadas no período. Em média, a Unidade de Saúde São Carlos realizou 950 consultas por mês, já na Unidade de Saúde Modelo ocorreram aproximadamente 1.450. Os dados apontam ainda que 90% dos casos atendidos foram resolvidos na hora, sem a necessidade de encaminhamentos para outros locais;

 - Prefeitura anuncia novo hospital com 208 leitos - No fim de agosto (dia 28) foi assinada carta de intenções para a instalação do Hospital Santa Ana, que atenderá pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no bairro Teresópolis, na zona Sul de Porto Alegre. A operação dos primeiros serviços deverá ocorrer já em novembro deste ano, devendo operar a pleno antes do inverno de 2018. No total, o estabelecimento de saúde terá capacidade para 208 leitos. Eles serão distribuídos em 30 leitos de saúde mental, 75 de longa permanência, 20 de UTI e oito de isolamento, além de 16 clínicos e 59 de retaguarda. O centro médico terá também à disposição tomografia, ecografia e exames de imagens ambulatoriais, que serão oferecidos para toda a rede de saúde. O novo hospital é fruto de um diagnóstico minucioso das necessidades de leitos da cidade.

 - Saúde e Banco de Olhos retomam serviço de reabilitação visual - Uma parceria entre a Prefeitura de Porto Alegre e o Hospital Banco de Olhos viabilizou a retomada Centro de Reabilitação Visual, que atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O ato ocorreu no dia 29 de agosto. Para viabilizar a reabertura do serviço, serão realocados recursos do Fundo Municipal de Saúde, via Secretaria Municipal de Saúde, e da Secretaria Estadual da Saúde. Serão repassados R$ 51,6 mil mensais, dos quais R$ 36,6 mil da Secretaria Municipal da Saúde, sendo R$ 11,6 mil vinculados à produção do mês, e R$ 15 mil da Secretaria Estadual da Saúde. O Centro ficou sem atendimento de setembro de 2016 até 20 de agosto de 2017, reabrindo em 21 de agosto desde ano. Em 2015, ano em que o serviço funcionou a pleno, foram em média 360 atendimentos mensais (2.300 / ano).