Plenário

Política de sustentabilidade ambiental é prevista em projeto

Vista da Câmara Municipal, Palácio Aloísio Filho. Fachada.
A Câmara Municipal de Porto Alegre, junto à orla do Guaíba(Foto: Ederson Nunes/CMPA)

Está em tramitação, na Câmara Municipal de Porto Alegre, o projeto de lei complementar do Legislativo n° 051/17, de autoria do vereador Cassio Trogildo (PTB), que institui a Política de Sustentabilidade, Enfrentamento das Mudanças Climáticas e Uso Racional da Energia e cria o Programa de Premiação Ambiental de Porto Alegre. Segundo o autor, a finalidade é continuar as discussões sobre como a cidade opera atualmente, considerando o contexto da construção da resiliência e aumentando a sua capacidade e o seu preparo para os desafios e as oportunidades no futuro.

De acordo com Trogildo, a divulgação de notícias relativas a previsões de mudanças climáticas globais nas últimas décadas e a especulação dos possíveis impactos ambientais, sociais e econômicos sobre o planeta têm gerado grande apreensão na sociedade. “Dos estudos científicos sobre mudanças climáticas empreendidos recentemente, boa parte sugere o aumento das concentrações de gases de efeito-estufa originários de atividades antrópicas como a principal causa do aquecimento”, alerta o vereador, enfatizando que, “embora não haja unanimidade sobre esta questão, a maioria dos pesquisadores aparentemente concorda com a afirmação de que a temperatura global média tem aumentado. Dados apontam que, desde 1850, a temperatura de superfície média da Terra elevou-se 0,76ºC, com uma acentuada contribuição registrada no último meio século”. 

Texto: Regina Andrade (reg. prof. 8.423)
Edição: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)