- Atualizada em 27/09/2017 17:40

Procuradoria Especial da Mulher intermedia negociação da ocupação Mirabal

Audiência Ocupação Mirabal
Audiência Ocupação Mirabal(Foto: )

  Uma ação proposta pela Procuradora Especial da Mulher da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, vereadora Comandante Nádia, que envolveu diversos órgãos do município e do Estado na última semana, conseguiu o adiamento da reintegração de posse da Ocupação Mulheres Mirabal.

  A reunião aconteceu no dia 21 de setembro na Câmara de Vereadores, e acordou que um grupo técnico estabeleceria a negociação. Deste grupo fazem parte a Procuradoria Geral do Município, Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social, Procuradoria Geral do Estado, Departamento de Políticas para Mulheres da Secretária Estadual do Desenvolvimento Social, Comando de Policiamento da Capital, Procuradores da Inspetoria Salesiana Pio X e representantes do Movimento Olga Benário, frente a situação em que se encontram mulheres e crianças que hoje vivem no local, foi acordado por adiar até maio de 2018 a ação de desocupação.

  “A nossa maior bandeira é a proteção da vida e da dignidade humana. A ocupação hoje abriga mulheres e crianças em situação de risco, que não tem para onde ir imediatamente. Sugerimos esta ação através da Procuradoria Especial da Mulher, para que as autoridades competentes tenham tempo para encontrar um novo local para abriga-las”, destacou a vereadora Comandante Nádia, procuradora da Mulher na Câmara de Vereadores.

Entenda:

  O prédio na rua Duque de Caxias, que pertence a Inspetoria Salesiana São Pio X, abriga desde 2016, quando a casa - onde antigamente funcionava o Lar Dom Bosco - foi ocupada pela Ocupação Mirabal, organizada pelo Movimento de Mulheres Olga Benário, que acolhe mulheres vítimas de violência doméstica, que criaram uma rede de acolhimento para outras mulheres que se encontram em situação de vulnerabilidade e agressão.

  A Justiça determinou a reintegração de posse do imóvel em julho deste ano, a decisão do juiz Oyama Assis Brasil de Moraes, da 7ª Vara Cível do Foro Central de Porto Alegre.

Audiência Ocupação Mirabal
Audiência Ocupação Mirabal

 Texto: Carolina Brum Corrêa / MTb 16352