Plenário

Rua no Mário Quintana terá nome de líder comunitária

Período de Comunicações em homenagem ao Dia do Soldado. Na foto, o vereador Marcio Bins Ely.
Vereador Márcio Bins Ely (PDT)(Foto: Giulia Secco/CMPA)

Está em tramitação, na Câmara Municipal de Porto Alegre, projeto de lei de autoria do vereador Márcio Bins Ely (PDT) que denomina Rua Fátima Teresinha Ismael de Oliveira o logradouro não cadastrado conhecido como Acesso F Um – Loteamento Wenceslau Fontoura, localizado no Bairro Mário Quintana. Caso o projeto seja aprovado, as placas denominativas conterão, abaixo do nome do logradouro, os seguintes dizeres: "Líder comunitária". Segundo Bins Ely, o projeto é uma solicitação de moradores da localidade.

Fátima Teresinha Ismael de Oliveira, mais conhecida como Tia Baia, nasceu no município de Cachoeira do Sul, em 21 de novembro de 1954, e residiu em Porto Alegre por 25 anos, falecendo no dia 12 de junho de 2017. Trabalhou alguns anos no posto de saúde da região onde morava, na área de serviços gerais. Desta forma, passou a frequentar diversos grupos de terceira idade criados pela instituição e pelo Centro Social Marista (Cesmar). De acordo com o parlamentar, Fátima era sempre participativa, e se destacava por ajudar ao próximo. "Nas reuniões em que atuava, era recebida como muito carinho por ser comunicativa e acolhedora, com o propósito irrefutável de ajudar ao próximo."

Grande líder comunitária e muito atuante nas plenárias de Orçamento Participativo, lembra Bins Ely, Fátima atuou diretamente nas conquistas da comunidade da Wenceslau Fontoura e Timbaúva, tais como o posto de saúde, a escola, as escolas infantis, a pavimentação da vila, entre outras. “Fátima foi uma pessoa fundamental para as pessoas da comunidade em que vivia. Era referência onde morava e todos que a conheciam tinham por ela um carinho enorme. Sempre esteve pronta para receber e ajudar a todos que dela precisaram”, escreve o vereador, que conclui: “Até hoje muitos lembram dela com admiração e prazer por tê-la conhecido e participado da sua história de vida”.

Texto: Matheus Lourenço (estagiário de Jornalismo)
Edição: Carlos Scomazzon (reg. prof. 7400)

 

Tópicos: Fátima Teresinha Ismael de Oliveira