Frente Parlamentar debaterá doenças que afetam os homens

Por proposição do vereador Mendes Ribeiro (PMDB), será instalada a Frente Parlamentar da Saúde do Homem na Câmara Municipal de Porto Alegre

(Foto: Leonardo Contursi/CMPA)

Por proposição do vereador Mendes Ribeiro (PMDB), será instalada a Frente Parlamentar da Saúde do Homem na Câmara Municipal de Porto Alegre. O evento ocorre nesta quarta-feira (19/04), às 10h30, na sala 303 da Câmara (Avenida Loureiro da Silva, 255). Segundo o vereador, a Frente Parlamentar tem como propósito discutir as principais doenças que atingem o homem “e auxiliar as desconstruções sociais de preconceito e vergonha que circundam a temática”.

Para tanto, a Frente Parlamentar da Saúde do homem não irá debater unicamente o câncer de próstata. Serão abordadas 12 enfermidades que mais atingem o sexo masculino. Com esse objetivo, a Frente irá convidar especialistas de renome das áreas de andrologia-urologia, neurologia, proctologia, endocrinologia, psiquiatria, geriatria, dermatologia, ortopedia e gastroenterologia. 

Eles irão abordar temas como o diabetes, doenças relacionadas com o sofrimento psíquico, andropausa, disfunção erétil, doenças cardiovasculares e o câncer de cólon, entre outras. Pois muitas vezes, são doenças tão silenciosas quanto o câncer de próstata, mas sequer são abordadas no ambiente de trabalho ou nas famílias e até desconhecidas pela população mais afetada, retardando o diagnóstico e dificultando o tratamento ou a cura. 

Para o vereador proponente, a Frente Parlamentar objetiva, sobretudo, apresentar ações concretas no sentido de divulgar para a sociedade a existência dessas doenças, como tratá-las e, antes disto, como preveni-las. A metodologia de funcionamento consistirá em duas reuniões mensais ao longo de seis meses de maio a outubro, sempre abertas à população, mas com atenção especial voltada ao público alvo. A atividade da Frente Parlamentar da Saúde do Homem será encerrada em novembro com o lançamento de uma cartilha informativa sobre as principais doenças, onde e como buscar ajuda.   

Texto: Fernando Cibelli de Castro (reg. prof. 6881)
Edição: Carlos Scomazzon (reg. prof. 7400)