Presidência

Legislativo prestigia posse de Nadine Anflor na Polícia Civil

Delegada é a primeira mulher a chefiar a corporação

  • Cerimônia de Posse da Chefe de Polícia do Estado do Rio Grande do Sul, Delegada de Polícia Nadine Tagliari Farias Anflor. Na foto, ao microfone, a delegada Nadine Tagliari Farias Anflor.
    Cerimônia foi realizada na tarde desta terça-feira no Palácio da Polícia(Foto: Leonardo Contursi/CMPA)
  • Cerimônia de Posse da Chefe de Polícia do Estado do Rio Grande do Sul, Delegada de Polícia Nadine Tagliari Farias Anflor.
    Vereadora Mônica Leal prestigiou posse na Chefia de Polícia(Foto: Leonardo Contursi/CMPA)

Indicada pelo governador Eduardo Leite, a delegada Nadine Farias Anflor tomou posse na tarde desta terça-feira (8/1) na chefia da Polícia Civil do Rio Grande do Sul. Destacada como um marco histórico para a memória gaúcha, por ser a primeira mulher a ocupar este cargo, a cerimônia ocorreu na sede do Palácio da Polícia do RS com a presença de autoridades locais, entre as quais a presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, vereadora Mônica Leal (PP), que também assumiu o cargo neste ano.

"A posse da delegada Nadine como a primeira chefe de Polícia do Rio Grande do Sul exalta e demonstra a vez e a participação da mulher em toda a sociedade, incluindo a tão importante e desafiante segurança pública", destacou Mônica ao lembrar ser esta uma corporação predominantemente masculina. 

"A vida é feita de constantes desafios desde a concepção do ser humano", disse Nadine. A nova chefe da Polícia também ressaltou a caminhada da figura feminina: "Quase sempre às mulheres foram atribuídas somente atividades domésticas, cuidados dos filhos, do marido e da casa". "Felizmente estamos em uma época que os conceitos mudaram. Hoje homens e mulheres têm igualdade", enfatizou. No ato, ela lembrou um dos chefes de Polícia, o ex-vereador e ex-deputado estadual, Pedro Américo Leal, pai da presidente Mônica. 

Governador

O governador Eduardo Leite saudou as mulheres que estão ocupando espaços de poder, tanto a delegada Nadine, quanto a vereadora Mônica. "É momento de celebrar a posse de uma mulher", afirmou Leite. "Respeito e diversidade têm de ser valores sociais", corroborou. Ele, contudo, deixou claro que a "delegada Nadine não ocupa a função por ser mulher, mas pela capacidade dela, pela trajetória e competência".  

Texto: Bruna Schlisting Machado (estagiária de jornalismo)
Edição: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)

Tópicos: Chefe de PolíciaPossePolícia Civil RS