Presidência

Presidente participa de sessão solene no TJM

Solenidade integra comemoração dos 100 anos da instituição e homenageou postumamente ex-magistrados da Justiça Militar

Sessão Solene em Homenagem Póstuma aos Magistrados Tribunal de Justiça Militar RS. Na foto, ao microfone, o presidente Valter Nagelstein.
Presidente Valter Nagelstein (MDB) destacou história centenária do Tribunal da Justiça Militar(Foto: Elson Sempé Pedroso/CMPA)

O presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, vereador Valter Nagelstein (MDB), participou na tarde desta quarta-feira (19/9) de sessão solene em homenagem póstuma aos ex-magistrados da Justiça Militar do Rio Grande do Sul. Entre os homenageados estavam o juiz civil Mathias Nagelstein, pai do vereador, e o juiz militar Afonso Emílio Massot, patrono e comandante da Brigada Militar (BM). A solenidade, que contou com a participação de familiares dos ex-magistrados, integra as comemorações do centenário do Tribunal de Justiça Militar do Estado (TJM-RS) e ocorreu no auditório da instituição. 

O presidente do Legislativo destacou que os 100 anos da Justiça castrense representam “um edifício, em que tijolo após tijolo foi construindo a história”, a partir de uma sucessão de fatos e de pessoas, como os ex-magistrados homenageados. “Não tenho dúvida de que o TJM é responsável por termos uma das melhores polícias militares do Brasil, cuja história foi construída por nossos antepassados, como meu pai, que nos deixou há 60 dias. Devemos nos orgulhar e ser gratos pela história e exemplo que eles nos deixaram”, disse Nagelstein.

O Tribunal de Justiça Militar do Estado é o mais antigo do país, de acordo com o presidente da instituição, coronel Paulo Roberto Mendes Rodrigues. Ao classificar a instituição como forte e célere, disse que a Justiça Militar continua se atualizando. “Foram 100 anos de dificuldades e também de conquistas, e o passado nos estimula a sermos cada dia mais fortes e aguerridos. Rumamos agora para o bicentenário do Tribunal de Justiça Militar do Estado.”

Além de Massot e Nagelstein, foram homenageados os juízes militares Antônio Cláudio Barcellos de Abreu, Assis Fontoura de Almeida, Ernani Affonso Trein, Nabuco Rodrigues Martins, Octávio Frota, Odilon Camargo e Olavo João Urguia Castagna; e os juízes civis Célio Marques Fernandes, Clio Fiori Druck, Eduardo Túlio Sarmento Barcellos, José Luiz Vieira, Orlando Giraldi Vanin, Roberto Leal Kelleter e Rubem Scheid.

Também participaram da cerimônia o juiz civil e corregedor-geral da Justiça Militar, Amilcar Fagundes Freitas Macedo; o juiz militar e coronel Fábio Duarte Fernandes; o procurador-geral de Justiça junto ao TJM-RS, Fábio Costa Pereira; o coronel Alberto Rosa Rodrigues, da Academia de Letras da BM; o capelão Adelmo Antônio de Souza, da União dos Militares Evangélicos do Rio Grande do Sul; e o capelão da BM, padre Alexandre Chaves, entre outras autoridades. 

Texto: Cibele Carneiro (reg. prof. 11.977)
Edição: Carlos Scomazzon (reg. prof. 7400)

 

Tópicos: Justiça Militar