Projeto inclui segmento artesanato no Conselho Municipal de Cultura

Vereador Reginaldo Pujol na tribuna.
Vereador Reginaldo Pujol (DEM)(Foto: Josiele Silva/CMPA)
A inclusão do segmento artesanato na composição do Conselho Municipal de Cultura (CMC) é proposta pelo vereador Reginaldo Pujol (DEM) em projeto de lei que está tramitando na Câmara Municipal de Porto Alegre. Se a alteração sugerida for aprovada, o CMC passará a ter 38 membros titulares, cada um com seu suplente, sendo 13 representantes de entidades de classes. Conforme Pujol, a proposta visa à qualificação do Conselho, incluindo nele mais um segmento de tradição no município.

“A nossa Capital tem sistematicamente promovido feiras de artesanatos nos seus bairros, e esse eixo de atividades notabilizou-se como atividade cultural, integrando, inclusive, o Brique da Redenção e outros eventos de rua”, destaca Pujol em sua proposta. O projeto de lei está sendo avaliado pelo plenário do Legislativo da Capital e posteriormente será enviado às Comissões Permanentes. Após esses trâmites, o texto estará pronto para ser votado pelos vereadores no período de Ordem do Dia.

Texto: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)
Edição: Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)