Entrada Gratuita

A Arca de Noé tem apresentações sexta e domingo

O musical de Vinícius de Moraes vai encerrar a Mostra de Artes Cênicas e Música do Teatro Glênio Peres

  • Peça infantil A Arca de Noé, da 1ª Fila Produções.
    O espetáculo infantil é dirigido por Zé Adão Barbosa (Foto: Luciane Pires Ferreira / Divulgação)
  • Peça infantil "A Arca de Noé", da 1ª Fila Produções.
    Cinco atores encenam a peça, que tem entrada gratuita(Foto: Lucca Curtolo/ Divulgação)
O clássico infantil A Arca de Noé, que reúne letras e músicas de Vinícius de Moraes, vai encerrar a III Mostra de Artes Cênicas e Música do Teatro Glênio Peres, da Câmara Municipal de Porto Alegre. Serão duas apresentações, às 15 horas desta sexta-feira (15/12) e às 16 horas deste domingo (17/12), com entrada franca. A montagem é da Primeira Fila Produções, com direção de Zé Adão Barbosa.

Os ingressos para a peça, que tem 55 minutos de duração, estão disponíveis na Seção de Memorial da Câmara (Avenida Loureiro da Silva, 255), das 9 às 12 horas e das 13h30min às 17 horas, até esta quinta-feira. Na sexta-feira, as entradas também podem ser retiradas no saguão do teatro até meia hora antes do início das apresentações. No domingo, os ingressos serão distribuídos somente no saguão do teatro a partir de meia hora antes do espetáculo. O Teatro Glênio Peres fica no 2º piso da Câmara e conta com estacionamento gratuito. Informações (51) 3220-4318.

Animais artistas

O musical conta a história de uma trupe de animais artistas depois que as águas do Grande Dilúvio baixaram e a Arca de Noé desceu à terra. Canções conhecidas das últimas gerações apresentam o macaco que diz ser arquiteto e constrói uma casa muito engraçada, as abelhas que fazem mel para alimentar a família de Noé, as aranhas que tecem para fabricar novas roupas, as girafas que limpam as nuvens, as focas que divertem a todos com suas estripulias, o leão que cria as novas regras, o urso velho que canta para a criançada, a corujinha que acorda a turma pela manhã, as pulgas que atormentam a todos, os gatos que fogem das pulgas e o pato, que "é uma história à parte”, diz a produção.

O elenco é formado por Alexandre Cardoso, Ana Cristina De Oliveira, Elisa Meneghetti, Everton Rodrigues (que também assina a direção musical) e Guilherme Torres. Completam a ficha técnica do espetáculo, além do diretor Zé Adão Barbosa: Diego Mac (coreografias), Daniel Jainechine (cenografia), Gustavo Dienstman e Titi Lopes (figurinos e maquiagem), Maíra Coelho e Jony Pereira (bonecos), Casemiro Azevedo (iluminação), Letícia Vieira e Primeira Fila Produções (produção).

Texto: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)
Edição: Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)