Saúde

Projeto institui Unidade de Tratamento de Transtorno e Mobilidade Neurológica em Porto Alegre

Iniciativa do vereador Claudio Janta busca fortalecimento da rede de atendimento a doenças neurológicas na Capital.

Sessão Ordinária  remota com os vereadores. Na foto, vereador Claudio Janta
Projeto do vereador Claudio Janta pretende ampliar acesso ao atendimento(Foto: Ederson Nunes/CMPA)

Uma iniciativa apresentada na Câmara Municipal de Porto Alegre busca fortalecer a rede de atendimento a doenças neurologicas e o apoio às famílias que convivem com transtornos desta natureza. Trata-se do projeto que propõe a criação da Unidade de Tratamento de Transtorno e Mobilidade Neurológica (UTTMN), apresentado pelo vereador Claudio Janta (Solidariedade). 

A proposta consiste no estabelecimento de um programa que prevê a garantia de atendimento médico e clínico, acompanhamento geriátrico, psiquiátrico e neurológico especializado e periódico junto as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e na rede hospitalar que presta atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, o projeto também visa facilitar o acesso gratuito a medicamentos pela rede municipal. 

"Precisamos fortalecer as iniciativas relacionadas à reabilitação, entendendo que, independente da incurabilidade ou irreversibilidade da condição, o sistema de Saúde tem o dever de atuar em benefício das pessoas", avalia o vereador Claudio Janta.

O programa também busca oferecer apoio aos familiares, através de orientação, treinamento, apoio assistencial e de conscientização sobre as doenças, cuidados especiais no manuseio, capacidade de adaptação e segurança. Também são previstas a confecção de cartilhas, informativos e campanhas de divulgação para ampliar a conscientização e compreensão sobre o tema. 

Convênios e banco de dados

O projeto ainda propõe a realização de convênios e parcerias entre o Município e clínicas especializadas, visando incentivar e propor melhorias no tratamento e no acompanhamento dos pacientes. Também deve ser implantado um Banco de Dados para cadastro de todos os pacientes portadores da doença em Porto Alegre, diagnosticando os casos existentes para acompanhamento e estatísticas sobre as doenças neurológicas.

Texto

Andréia Sarmanho (reg. prof. 15.592)