Plenário Virtual

Rejeitado projeto que previa licença para servidoras doarem leite materno

  • Sessão extraordinária remota.
    Sessão extraordinária remota.(Foto: Ederson Nunes/CMPA)
  • Manifestações de lideranças na sessão desta quarta (24/6). Na foto: vereadora Karen Santos
    Manifestações de lideranças na sessão desta quarta (24/6). Na foto: vereadora Karen Santos(Foto: Leonardo Contursi/CMPA)

Com um placar de 17 votos contrários e 16 favoráveis, os vereadores da capital rejeitaram em sessão virtual extraordinária, realizada na tarde desta sexta-feira (24/7), o projeto de lei de autoria dos vereadores Professor Alex Fraga ( Psol), Karen Santos ( Psol) e da ex-vereadora Fernanda Melchionna (Psol) que previa, para as funcionárias municipais de Porto Alegre, o afastamento e licença para doação de leite materno.

Segundo os autores, o projeto tinha por objetivo incentivar e promover a doação de leite humano na cidade, pois acreditavam que, com a medida, as trabalhadoras se sentiriam amparadas legalmente para solicitar, com regularidade, o afastamentodo de suas atividades para a doação de leite materno, contribuindo para elevar os índices nutricionais e de desenvolvimento dos lactentes.

 

Texto

Priscila Bittencourte Reg. Prof. 14806
Milton Gerson (reg.prof. 6539)

Edição

Marco Aurélio Marocco (reg. prof. 6062)