TRIBUNA POPULAR

Servidores apresentam pauta de reivindicações e justificam greve no judiciário

Sindicato dos Servidores da Justiça do Rio Grande do Sul – SINDJUS/RS justifica à sociedade a greve do Judiciário. Na foto, Coordenador-Geral do Sindicato dos Servidores da Justiça do RS, Fabiano Marranghello Zalazar.
Marranghello detalhou na tribuna as razões da greve inciada em 24 de setembro(Foto: Débora Ercolani/CMPA)

O presidente do Sindicato dos Servidores da Justiça do Rio Grande do Sul ocupou a  Tribuna Popular na sessão desta quinta-feira (31/10). Fabiano Marranghello Zalazar falou sobre a pauta que levou os servidores da Justiça à greve que completa hoje 38 dias. Ressaltou que o movimento busca a dignidade profissional, o respeito e a valorização do trabalhador do setor público, que vem sofrendo com o arroxo salarial e privatizações indiscriminadas. Segundo o dirigente, são cinco anos de salários congelados e perdas que atingem quase 100% dos vencimentos. A categoria também luta por plano de carreira, cargos e salários e pela equiparação do vale refeição com os magistrados. Outra pauta de reivindicação foi vencida na última terça, quando a Assembleia Legislativa rejeitou projeto que visava extinguir os cargos de oficial escrevente. Ouça. 

  • Tribuna Popular - Fabiano Marraghello